• Ricardo Figaro

Projeto de YoDa, YoGamers do Bem, tem apoio da HyperX


“Assim como o game transformou minha vida, quero fazer o mesmo pela vida das pessoas”. Com esse pensamento, Felipe ‘YoDa’ Noronha, empresário, atleta de eSports e uma das principais celebridades gamers do Brasil, criou o YoGamers do Bem, projeto social que promove inclusão social e capacitação de jovens de escolas públicas para os mercados de games e tecnologia.


Agora, em março 2020, surge o Instituto YoGamers do Bem, instituição sem fins lucrativos, que poderá realizar o sonho de milhares de pessoas, com possibilidade de novas salas Gamers por todo Brasil.


A HyperX, marca gamer da Kingston Technology, apoia o projeto e fez a doação de kits de periféricos, com teclado, mouse, mousepad e headset para todas as máquinas.


“O ‘YoDa’ faz parte do nosso time de embaixadores e para nós é um prazer apoiar essa causa tão nobre, idealizada por ele”, diz Fabio Bottallo, gerente sênior de marketing da HyperX na América Latina. “Estamos muito orgulhosos em participar e oferecer aos jovens inscritos a oportunidade de aprender sobre o mercado com os mesmos headsets, teclados e mouses usados por jogadores profissionais e que vão permitir uma experiência realmente imersiva e de alta performace”, completa o gerente de marketing da HyperX.


O Yogamers do Bem oferece aulas no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, onde foi instalada a sala Gamer YGB/BHA, em parceria com a Fundação Cultural Chico Xavier e as Secretarias de Educação e Cultura de Pedro Leopoldo, Lagoa Santa e Confins, municípios atendidos pela iniciativa.


Atualmente, o YGB beneficia 80 (oitenta) crianças e adolescentes na faixa etária entre 10 (dez) anos e 16 (dezesseis) anos, de ambos os sexos, em atividades e oficinas realizadas na sala Gamer do BHA, residentes nos municípios de Pedro Leopoldo, Lagoa Santa e Confins, que participarão do projeto durante o contraturno escolar. A novidade a partir desse ano é a oferta de um curso extra opcional de 40 horas para aos alunos entre 14 e 15 anos. A nova proposta oferece aos jovens a qualificação para atendimento ao público, com conteúdos referentes à comunicação assertiva, postura, linguagem corporal, entre outros. O curso extra acontecerá somente no segundo semestre, às sextas feiras, das 13h às 17h, e deverá ser autorizado pelos pais/ responsáveis.


YoDa reforça que, de fato, o objetivo principal do projeto é a inclusão social de crianças e jovens, o envolvimento da comunidade e a descoberta de diversas áreas que envolvem o mercado gamer. “O game mudou a minha vida e pode transformar a vida de outras pessoas também. O jogo ajuda no desenvolvimento de habilidades, como estratégia, concentração e resiliência, favorece a socialização e a integração entre as pessoas, e já é realidade como profissão, carreira e fonte de renda”, destaca. “Desde 2015, os projetos sociais fazem parte das nossas atividades e, agora, o Instituto YoGamers do Bem será um marco histórico.”


 "O Instituto YoGamers do Bem concretiza o sonho da inclusão digital e do acesso ao conhecimento do universo Gamer. Teremos ainda mais força para melhorias na sala Gamer YGB/BHA e o apoio de uma grande parceira como a HyperX será fundamental para manutenção de nossas atividades e a expansão de novas salas gamers”, afirma Adriana Noronha, idealizadora do YoGamers do Bem e COO da SehLoiro, empresa especialista em projetos de conteúdo e assessoria de atletas e influenciadores gamers.

3 visualizações
© 2020 Shock Rádio Web