• Ricardo Figaro

O mundo é das telas grandes


Muito provavelmente olhar a tela do smartphone é a primeira coisa que a pessoa faz ao acordar e a última antes de dormir, sem contar a importância central que o dispositivo tem ao longo do dia. Tanta interação, impulsiona a indústria a aprimorar a experiência do usuário com a interface do dispositivo.

“As telas grandes já são realidade e caíram no gosto dos consumidores. Em 2011, a Samsung apostou nessa categoria e foi a primeira a desenvolver um smartphone com essas características. É o mundo das telas, e a indústria vai investir para melhorar a experiência do usuário em interfaces cada vez maiores”, aponta Renato Citrini, Gerente Sênior de Produto da Divisão de Dispositivos Móveis da Samsung Brasil.

Mais tela, mesmo tamanho

A Samsung inovou ao apresentar o display infinito no Galaxy S8, em 2017, que permitiu aumentar o tamanho da tela sem precisar dispor de um aparelho maior, e estabeleceu um novo padrão para experiências mais imersivas no conteúdo, ao mesmo tempo que mantém os smartphones confortáveis e fáceis de segurar e usar.

Em 2019, o primeiro lançamento do ano da empresa no país, o Galaxy A9, é o primeiro smartphone com 4 câmeras traseiras do mundo e traz a maior tela de um smartphone da linha A: 6,3 polegadas.

No ano passado, a marca trouxe ao mercado o Galaxy Note9. Medindo 6,4 polegadas e com Display Infinito Super AMOLED Quad HD+, é o maior de toda série, oferecendo mais espaço para executar multitarefas com eficiência, e desfrutar experiências multimídia imersivas. E a tendência são smartphones com bordas cada vez menores, que garantem um aproveitamento muito maior.

Interações Naturais

À medida que os smartphones ficam mais sofisticados, os usuários precisam de interfaces que tornem o gerenciamento dos dispositivos agradável e simples. A One UI1 da Samsung foi desenvolvida para ajudá-los a se concentrar no que realmente importa.

A One UI simplifica a navegação em smartphones de tela grande, dividindo efetivamente a tela ao meio. Dessa maneira, a metade superior da tela se destina prioritariamente à visualização de conteúdo, enquanto a metade inferior foca mais na interação com o dispositivo. Assim, os toques ficam mais próximos e os smartphones mais confortáveis para utilização.

#2019 #Samsung

0 visualização
© 2020 Shock Rádio Web