• Ricardo Figaro

BIG Festival divulga finalistas de BIG Starter e Panorama Brasil


Nunca se produziu tantos - e tão bons - games no Brasil. E isso é algo que poderá ser visto no BIG Festival 2018, maior festival de jogos independentes da América Latina. Já estão confirmados os finalistas do BIG Starter, segmento do evento voltado para projetos não finalizados ou publicados comercialmente. A categoria é formada apenas por desenvolvedores nacionais e teve 156 jogos inscritos. No BIG Starter os desenvolvedores terão a oportunidade única de apresentar seus projetos a um júri com nomes de destaque da indústria, nacional e internacional, imprensa e investidores no dia 27 de junho, no palco do BIG Festival, em São Paulo.

São duas categorias: projeto de jogo de entretenimento e projeto de jogo educacional ou de aprendizagem. O vencedor de cada uma delas levará o prêmio, patrocinado pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), de R$ 20 mil e um troféu. O júri irá analisar a qualidade geral do projeto de jogo, em critérios que incluem aspectos audiovisuais, interativos, mecânica e criatividade, bem como o pitch e a defesa do projeto, para então selecionar os vencedores, que serão anunciados durante a Cerimônia de Premiação, no dia 28 de junho, em São Paulo. Mais informações estarão disponíveis na página do BIG Festival 2018. Outra área de destaque para os jogos brasileiros é o Panorama Brasil, que reunirá os 30 jogos nacionais que, embora tenham ficado de fora da premiação principal, cuja concorrência é acirradíssima, ainda valem a pena de o público conhecer. Para ser ter uma ideia, em 2018 o BIG recebeu 646 games de 53 países - 420 só de desenvolvedores brasileiros. A ideia do Panorama Brasil é ajudar a popularizar projetos nacionais no evento. Desses 30 jogos, dez vagas estão reservadas para games brasileiros produzidos por estudantes. Ao considerar a iniciativa Panorama Brasil, jogos de estudantes brasileiros e oBIG Brands, segmento voltado aos jogos e experiências digitais interativas sob encomenda que fazem parte de estratégia de grandes marcas, o BIG Festival 2018 terá 50 jogos nacionais disponíveis ao público, o que representa 58% de games brasileiros no evento. Quando comparado ao ano passado, teve um aumento de 8% (33 jogos brasileiros de 65 selecionados considerando a competição e o Panorama Brasil, até então chamado de BIG Booth, indicando 50% de participação brasileira na exposição). Veja abaixo os finalistas do BIG Starter e do Panorama Brasil:

Finalistas Categoria Jogo Educacional ou de Impacto - AmbIA - Imesys - Projeto Ticolicos - Lost DEVS - Legally Addicted - Nonsense Bulls - CLEAVER - Equipe CLEAVER - Mompas - Studio Nebulosa Finalistas Categoria Jogo de Entretenimento - One beat MIN - PixJuice - Little Dude the game - Initial Tape - U.A.I. - Umbu Games - Golf 2D - Estúdio Vaca Roxa - Jamie´s Dream - Cartonbox Studio Finalistas do Panorama Brasil (não inclui os 10 jogos de estudantes): Akane (Ludic Studios) AREIA (GILP Studio) Dog Duty (Zanardi&Liza) Grand Shooter (Grumpy Panda Studios) Grashers (Rafael Renan Skoberg) Hop Dog (Ludic Side) Kaze and The Wild Masks (Vox Game Studio) Mana Sparks (BEHEMUTT / Kishimoto Studios) ManaRocks (Rockgames Ltda.) Minesweeper Genius (Mgaia Studio) Patuanú (Andurá Studio) Pigeons Attack (Nixtor Game Studio) Ritmosphere (Luiz Carlos Martins Loyola Filho) Scrash (Cat nigiri) Solar Fighters (Jhonatas da Silva Farias) Sunken Brawl (Dope Ape Studios / Umizon) Sword of Yohh (UNDEVS) Vector Race (Rafael Forbeck) Vigilante Ranger (Sinergia Studios) Wild Glory (LAJE Studios / Manalith Studios)

#2018 #Evento #BigFestival #Games

7 visualizações
© 2020 Shock Rádio Web