• Ricardo Figaro

Certa dose de psicopatia pode trazer vantagens


Há aquele ditado que diz que a diferença entre o remédio e o veneno é a dose. Essa é a mesma lógica de argumentação do psicólogo Kevin Dutton no livro “A sabedoria dos psicopatas”. Para ele, assim como a ansiedade, a depressão e vários outros transtornos psicológicos, a psicopatia , quando dominada e controlada, oferece vantagens consideráveis não apenas no ambiente de trabalho, mas na vida em geral.

A SABEDORIA DOS PSICOPATAS

( A sabedoria dos psicopatas )

Kevin Dutton

(Tradução de Alessandra Bonrruquer)

280 páginas

R$ 44,90

Editora Record (Grupo Editorial Record)

A partir de entrevistas, pesquisas científicas e análise de casos emblemáticos, como os dos assassinos John Wayne Gacy e Ted Bundy, o autor observa como uma variedade de atributos comuns aos psicopatas, como o magnetismo pessoal e o talento para o disfarce, podem trazer benefícios surpreendentes. Sem querer glamourizar a ação de criminosos, Dutton afirma que há um espectro de psicopatia no qual cada um tem seu lugar:

“Possuindo dois atributos de psicopatia, esse indivíduo pode com razão ser colocado mais adiante no espectro do que alguém com menos traços, mas ainda está longe da área de perigo de uma pessoa com todos eles. Pense nas características da psicopatia como nos botões e sliders de uma mesa de som. Coloque todos no máximo e você terá uma faixa sonora que não serve a ninguém. Mas, se a trilha é graduada, e alguns canais estão mais altos que outros, como, por exemplo, destemor, foco, ausência de empatia e resiliência mental podem levar a um cirurgião que se destaca”, argumenta.

“A sabedoria dos psicopatas” chega às livrarias neste fim de março pela Record.

Kevin Dutton é psicólogo e pesquisador no Centro Calleva de Pesquisa da Evolução e das Ciências Humanas da Faculdade de Magdalen, na Universidade de Oxford, e membro da Sociedade Real de Medicina e da Sociedade para o Estudo Científico da Psicopatia. Escreve para publicações como Scientific American Mind, New Scientist, Psycholoy Today e The Guardian. Vive em Oxford, na Inglaterra.

#2018 #Livro #GrupoEditorialRecord #EditoraRecord

© 2020 Shock Rádio Web