• Ricardo Figaro

"Boneco de neve" chega aos cinemas e ganha nova edição pela Record


De atleta a economista, passando por uma banda de rock, Jo Nesbø poderia ter migrado para outras áreas, mas foi na literatura que ele encontrou o seu caminho e continua fazendo história. Aos 57 anos, hoje ele é uma das referências dos livros policiais, publicado em mais de 50 países - onde já vendeu cerca de 36 milhões de cópias. No Brasil, foram 100 mil livros vendidos.

Em novembro, o sucesso das livrarias chega também aos cinemas. “Boneco de Neve”, segundo livro de Nesbø a ganhar adaptação, foi dirigido pelo sueco Tomas Alfredson (“O espião que sabia demais”) e tem o alemão Michael Fassbender (“X-Man – Apocalipse”, “Shame”) no papel de Harry Hole, além de Rebecca Ferguson (“A garota no trem”) como a policial Katrine Bratt.

Boneco de Neve

Snømannen

Jo Nesbø

Páginas: 420

Preço: R$ 39,90

Tradução: Grete Skevik

Editora: Record | Grupo Editorial Record

A fria Oslo esconde um assassino que anuncia suas ações com inocentes bonecos de neve no quintal de suas vítimas. Em novembro, quando a temporada de nevascas começa, Jonas acorda no meio da noite e percebe que sua mãe havia sumido. Com o pai viajando, ele decide procura-la sozinho pelas redondezas. Ao passar pelo quintal, percebe a figura solitária de um boneco de neve que veste o cachecol preferido de sua mãe.

Inicialmente tratado como desaparecimento, o caso ganha uma reviravolta quando outras mulheres começam a sumir. O perfil é o mesmo: todas casadas e com filhos, vistas pela última vez em um dia de neve caindo.

Agora, cabe a Harry Hole descobrir quem está por trás dos assassinatos. Com a ajuda de sua colega de equipe Katrine Bratt ele tenta rastrear o serial killer, mas nesta caçada quem dá as regras é o “Boneco de Neve” e ele está disposto a fazer de tudo para atrair o inspetor para o seu jogo.

“Boneco de Neve” foi considerado pelo jornal inglês The Guardian o livro mais ambicioso de Nesbø. A obra também rendeu comparações com “O silêncio dos inocentes”, de Thomas Harris, pelo The Times.

“Diabolicamente complexo e terrivelmente prazeroso” – The New York Times

Trecho:

- Esta carta apareceu na minha caixa de correios há exatamente dois meses. Sem remetente e com carimbo de Oslo. Gerada em uma impressora comum.

Antes que Harry pudesse pedir, Katrine Bratt já havia apertado o interruptor da luz próximo à porta, deixando a sala escura. Um quadrado iluminado se agigantou na parede branca.

Leram em silêncio:

Em breve virá a primeira neve. E então ele aparecerá outra vez. O boneco de neve. E, quando a neve sumir, ele terá levado alguém consigo. O que você deve se perguntar é: “Quem fez o boneco de neve? Quem faz bonecos de neve? Quem deu a luz The Murri?” Porque o boneco de neve não sabe.

**

Lançamento do filme: 23/11

**

Jo Nesbø vive em Oslo. É músico e economista, além de um dos escritores mais bem-sucedidos e aclamados na Europa atualmente. É autor de Garganta vermelha, A estrela do diabo e O redentor, entre outros títulos publicados pela Editora Record. Seu primeiro thriller policial estrelado pelo detetive Harry Hole tornou-se sucesso instantâneo na Noruega, conquistando o Prêmio Glass Key como melhor romance nórdico de 1988.

#2017 #Livro #EditoraRecord #GrupoEditorialRecord

© 2020 Shock Rádio Web