• Ricardo Koema

Autor do best-seller "Quem mexeu no meu queijo", Spencer Johnson morre aos 78 anos


Em 1980, Spencer Johnson era um pouco conhecido escritor de livros infantis quando, durante um coquetel, teve a ideia de escrever junto com Ken Blanchard uma parábola sobre liderança. Nascia assim a ideia do livro "O gerente-minuto", que vendeu mais de 15 milhões de cópias no mundo todo.

Pouco tempo depois, Johnson transformou uma história que ele contava aos amigos em um dos mais bem-sucedidos livros sobre mudança e transformação pessoal. "Quem mexeu no meu queijo?" é uma história divertida e esclarecedora sobre quatro personagens — dois ratos e dois humanos do mesmo tamanho dos roedores — que vivem em um labirinto em eterna procura por queijo, que os alimenta e os faz feliz.

O queijo é uma metáfora daquilo que se deseja ter na vida, seja um bom emprego, um relacionamento amoroso, dinheiro, saúde ou paz espiritual. O labirinto é o local onde as pessoas procuram por isso: a empresa onde se trabalha, a família ou a comunidade na qual se vive.

Só no Brasil, o livro, publicado pela Editora Record, vendeu mais de 1,5 milhão de exemplares e é um dos recordes de venda ao longo dos 75 anos de história do grupo. A história também ganhou versões para o público infantil e jovem.

O livro mais recente de Johnson publicado pelo grupo foi "O novo gerente-minuto", lançado no segundo semestre de 2015 pela Editora Bestbusiness. A obra atualizou o conteúdo do consagrado "O gerente-minuto" para dar conta das mudanças sofridas nas organizações nas últimas três décadas, levando em conta a globalização, o avanço da tecnologia e a mudança da hierarquia vertical para horizontal.

Johnson morreu na última segunda, 3, na Califórnia, em decorrência de um câncer no pâncreas. Ele deixa três filhos. O Grupo Editorial Record lamenta a morte deste autor tão importante, que deixou um grande legado para a editora e que, sobretudo, transformou a vida de milhões de leitores brasileiros.

#2017 #GrupoEditorialRecord

© 2020 Shock Rádio Web